quarta-feira, 28 de agosto de 2013

5 filmes que eu assisti atualmente e estou recomendando

Eu sei, eu sou uma nojenta que não merece atenção e todos aqui me odeiam, eu prometo as coisas não cumpro etc etc etc. Mas vamos largar esse ódio de lado que hoje eu estou cumprindo o que tinha prometido pra sábado, depois pra domingo e só lembrei de fazer hoje! Ignorem a minha distração, ok? Pelo menos eu não menti que estava ocupada demais pra fazer, relevem. Desculpa quem vai me odiar por isso, mas os títulos eu vou colocar os originais, nada de ficar colocando aqueles adaptados brasileiros horríveis.


Stella (Silve Verheider - 2008)

Eu acho que já comentei isso aqui, mas, se não, eu vou falar de novo: eu ando muito fissurada em cinema francês. Talvez porque a grande maioria deles - ou pelo menos, os que eu assisto - tem uma forma delicada e bonita de mostrar histórias que, às vezes, são até polêmicas. E claro que com Stella foi amor à primeira assistida, né? Coisas que para nós podem ser estranhas, como passar o dia inteiro com pessoas que gastam os seus salários, praticamente, inteiros em jogos e bebida e ser amiga de cada um deles para Stella, uma garota de 11 anos, é rotineiro. Esse filme não tem grandes surpresas, grandes reviravoltas, gente morrendo, sendo perseguida ou qualquer coisa assim. Apenas mostra o cotidiano de uma menina de 11 anos que não vai bem na escola e mora com os pais em cima de um bar que ambos parecem dirigir dia e noite e como sua vida foi transformada a partir do momento em que a leitura passou a fazer parte do seu dia a dia. Claro que eu estou recomendando porque é um dos meus preferidos, então assistam, principalmente quem tem um carinho especial pela leitura.


Somos Tão Jovens (Antonio Carlos de Fontoura - 2013)

Só porque eu estou muito apaixonada por franceses não quer dizer que os brasileiros irão ficar de fora, óbvio que não. Somos Tão Jovens me deixou nervosa até o último segundo do seu lançamento, vocês não sabem quanto tempo eu esperei para ver esse filme, acho que cheguei a perder as unhas dos dedo! Não é segredo pra ninguém que eu tenho um amorzinho todo especial por Legião Urbana, principalmente pelo sempre genial Renato Russo e, por isso, eu fiquei ansiosa. Esse filme era tipo a promessa, a cinebiografia do ano. E, no fim, claro que eu me decepcionei um pouco. Não é desmerecer o filme, eu gostei de verdade, mas achei que algumas coisas ficaram sutis demais para alguém tão peculiar quanto Renato Russo. Este foi um marco na história do rock nacional. Renato deu início a toda uma geração inconformada, revolucionária e extremamente revoltada com a situação que se instalava na década de 1970-80 no país. Sem falar que, mesmo reconhecendo que se esforçou bastante para cumprir o seu dever, Thiago Mendonça, intérprete de Renato no filme, forçou a barra na hora de encarnar o personagem. Parecia que ele estava muito maios preocupado em "imitar" trejeitos de fala e gesticulação do falecido roqueiro do que dar um toque seu e mostrar do que realmente era capaz com um papel de tal peso. De qualquer jeito, vale a pena conferir.


Submarine (Richard Ayoade - 2010)

Submarine foi um dos filmes mais recentes que eu assisti e amei muito. Assim como Stella, esse filme não tem grandes surpresas, apenas trata a vida de um garoto de 15 anos, que tenta conquistar a garota por quem é apaixonado e ser o namorado perfeito para ela, assim como também quer arranjar uma forma de salvar o casamento-náufrago dos pais. Trata-se de filme sobre questões bem juvenis, como as descobertas do amor, a dúvida sobre as escolhas certas, quem você e os que te cercam são. É delicado, é bonito, é fofo, tem uma trilha sonora incrível que super combina com a ambientação e o ritmo que a história se desenrola.


XXY (Lucia Puenzo - 2008)

Essa foi a primeira vez em que eu vi falar sobre um assunto tão controverso de forma tão aberta. Pra quem não sabe, Síndrome de XXY é uma anomalia nos cromossomos sexuais, sendo que um homem terá no seu desenvolvimento genético um "X" a mais, dando-lhe características femininas. No filme, Alex é hermafrodita - ah, vá?! - e seus pais mudaram-se de cidade para escondê-la, pois acharam que definir o sexo que o filho ou filha deve ter não seria nada respeitoso com a criança. Alex até então não tem certeza do que quer ser, afinal, seu pai a trata como o Alex e, sua mãe, a Alex. Sem falar que ela nunca havia sentido nada de especial por ninguém para que pudesse definir o queria ser. Só a situação muda quando um casal amigo de sua mãe vai passar uns tempos na casa deles e leva o filho junto. Sinceramente, antes, eu nunca havia parado para pensar em um assunto tão "polêmico" quanto esse e, obviamente, XXY é tão aberto quanto as escolhas, os gostos e os sentimentos da Maria-João Alex que faz você ficar pensando sobre o assunto durante muito tempo. E devo dizer que, se você é como eu e não gosta de filmes em espanhol, esqueça um pouco esses detalhes e assista esse filme.


Across The Universe (Julie Taymor - 2007)

Foram as duas horas mais bem gastas da minha vida assistindo esse filme. Não tem nada nesse filme que eu não tenha amado - a não ser o Bono Vox, claro. Tudo nele é lindo, desde a fotografia com um ar romanticamente antigo até a trilha sonora completamente composta pelos maiores sucessos dos Beatles. As cenas são todas bem construídas e eu diria que o roteiro é impecável. O filme se passa nos anos 60, mais precisamente durante a guerra do Vietnã. Jude, Lucy, Max, Sadie, Jojo e Prudence se conhecem - e não sei como, mas se acumulam aos poucos dentro do pequeno apartamento de Sadie, que só parecia pequeno - e se envolvem em uma história de revolução música e amor. O que eu achei mais interessante no filme, além da trilha sonora que me faz enlouquecer e cantar pros quatro cantos do mundo, foi o fato de querer abordar como era a juventude daquela época, muitas vezes sub-julgada erroneamente como "bando de loucos radicais", quando, na verdade, apenas queriam promover a paz mundial, no intuito de que jovens como Max, irmão de Lucy, não tivessem que ser obrigados a continuarem arriscando suas vidas. Com certeza, esse é um filme que todos deveriam assistir.

Gente, é isso. Se vocês gostaram da lista ou de algum filme, assistam que eu digo que vale muito a pena, ok? Se quiserem recomendar alguns filmes para eu assistir, também estou aceitando.

Beijos ;*

Nenhum comentário:

Postar um comentário