sexta-feira, 13 de janeiro de 2012

Filme: Shinobi


Sinopse: Dois shinobis de clãs inimigos se apaixonam e são obrigados a lutar um contra o outro.

Não foi um filme que eu amei e, quando eu baixei, foi porque gostei do nome e a sinopse parecia boa, afinal, eu amo filme de lutinha asiático e, como diria meu pai, quanto mais mentira melhor. E quem não ama um filme de lutinha com um romance à lá Romeu e Julieta? Bom, então vamos ao filme e seus personagens.


Oboro era a shinobi do bem, da paz e muito amor. Ela era a próxima a assumir a liderança do clã Iga, mas o probleminha surge quando ela é obrigada a tomar a frente de outros quatro shinobis e entrar numa batalha contra o clã de Koga, ou seja, o qual o líder é Gennosuke, o Neymar do Japão e gatinho dela. A Oboro me irritou muito, porque ela começa o filme toda "como vamos ficar juntos?" e "eu não quero lutar" e, depois, quando ela tem a chance de dar no pé, ela pega a galerinha do mal e vai atrás do Neymar japa. Não entendo...
Ela tem uma mágiquinha toda maneira que é o olhar da destruição. Ela literalmente tem um olhar matador...


Gennosuke... Eis o Neymar do Japão. Caso você esteja procurando alguma semelhança facial entre eles, não é isso. É o cabelo! É, minha gente, em 1641, o penteado vassoura de jardim moicano já era top na balada. Tá, parei. Gennosuke é um cara da paz e não quer lutar, até porque acredita que o mundo inteiro tá unido. Bem de humanas. Coitado. Ele lá, todo de boa fé, crendo que a Oboro não iria entrar na briga, quando mandou o pergaminho para ela... E de repente VAPU! Lá estava ela,  bela e formosa, mandando ver no olhar quebra ossos... Ôshi menina mala, hein?


Yashamaru, esse era o cara! Ok, não fez grandes coisas no filme, todavia as lutinhas dele foram bem maneirinhas até. Só que até agora ainda estou tentando entender se aquilo que saía de dentro das suas enormes mangas era cabelo, tentáculos, chicote... aliás, amei o cabelo escorridão dele e desculpa aí quem não achou, mas eu achei ele, tipo assim, a Demi Lovato do Japão! Algumas expressões me lembraram ela #falomermo. A única coisa que não gostei foi a parte em que ele morreu, pra mim, o filme todo perdeu a graça sem a Demi.


Agora a personagem feminina que mais gostei desse filme foi a Kagero. Era bonita, sensual e envolvente. Vendo-a entrar em ação, tive que concordar com o meu pai: homem é tudo trouxa mesmo! Na primeira luta que ela teve, adivinha quem ganhou... Pois é, ela seduziu o Wolverine japa e o matou intoxicado com uns veneno louco! É uma pena que ela não soube aproveitar todo o seu poder e ficou apaixonadinha pelo Gennosuke, sendo assim, quando ela se enfiou em outra lutinha, morreu.


Uma das minhas partes preferidas é quando o Muroga Hyoma chega todo boladão e enfia a espada no Yakushiji Tenzen e aí, quando o cara não morre e ele pergunta se ele é imortal, Tenzen reponde que só não é bom em morrer. Tenho que dizer que virei fã desse tiozinho? Acho que não, né?


O que deu raiva foi uma das cenas finais. Gennosuke e Oboro se encontram e, ao invés de pararem e pensarem que continuar lutando era bobeira e que não estava rendendo nada, não! Gennosuke deu uma de idiota e mandou Oboro matá-lo. E o que ela fez? Simples, tirou aquela espadinha e matou o coitadinho, afinal de contas, ela só mata quando os caras a mandam matar, ou seja, o cachorrinho mandado dos homens, pois eles mandam e ela mata!
É um filme bom, com atuações boas, um enredo bom que, apesar de meio que lembrar Romeu e Julieta, tem um estilo próprio de fazer as coisas acontecerem e as características de cada personagem são bem convincentes até. Recomendo, mas só pra quem é chegado num romance com lutinha e muita mentira.

Mensagem Subliminar:

Quem diz que mulheres não são perigosas, é porque nunca experimentou ter um affair com uma de um clã inimigo!

4 comentários:

  1. Olá eu vou colocar seu blog em parceiros então,se quiser o button está no meu blog. ^^

    Obrigada pela sua visita.

    ResponderExcluir
  2. Neymar do Japão?vassoura de jardim moicano? Agora eu ri kkkkkkkkkkkkk
    Vou colocar esse filme na minha lista, adoro filmes de luta,são raros os filmes de ninjas que eu GOSTO mesmo(É como se os filme fossem todos iguais),vou conferir esse,um romance básico na história me agrada =D

    ResponderExcluir
  3. Oláaaaaaaa! É um prazer comentar aqui e estou muito contente com seu comentário lá. Nossa vou acompanhar sério. Eu sempre procuro quem fale a respeito de k dramas, filmes asiáticos e é um pouco difícil! Eu confesso que já vi os filmes de comédia romântica tipo k drama como 100 dias com o Sr. Arrogante e não gostei não. É um esboço de um k drama não desenvolvido.
    Esse do seu post eu não vi, pois ainda não tive a oportunidade de ver nenhum do gênero! Mas gostei da indicação.
    Ainda não vi nenhum épico, vc me indica algum?

    Beijos! :d

    ResponderExcluir
  4. MarMar, vou colocar seu button aqui, sim, ok?

    Sandi, já eu sou muito chegada numa lutinha cheia de mentira e gente voando ou andando por cima da água, sacas? Outro filme que tem lutinha, mentira e romance é o Clã das Adagas Voadoras. Eu assisti há uns anos atrás, mas é um dos meus preferidos e é super fácil de encontrar, já que você alugar ele na locadora =D

    tudoasfixia, eu já ouvi falar muito desse do Senhor Arrogante e, claro, que as críticas a ele não são muito boas. Todas sempre dizendo que é meio deslocado, perdido no tempo e com momentos tão fail que chegam a ser THE EPIC da história! Eu nunca assisti nenhum épico, não sou muito chegada, mas algum dia eu chegar a assistir, eu comento ou recomendo para você, ok?

    ResponderExcluir